Santa Cecília do Pavão

Postado dia 14/11/2013

Manifesto de professores pede que governo cumpra compromissos

Grupo de professores estaduais aproveitou a visita do governador Beto Richa ao município de Santa Cecília do Pavão, no norte do Estado, para fazer um protesto silencioso.

Com a faixa "Governador Beto Richa: Não aceitamos calote! Pague o que nos deve",  o ato conduzido pela APP Londrina cobrou também um novo modelo a ser adotado pelo sistema de saúde aos trabalhadores da Educação do Paraná.

A seguir o que pensa o presidente do Núcleo Sindical de Londrina da APP, Antônio Marcos Rodrigues Gonçalves:

Revelia: Já que vocês vieram aqui trazer um recado para o governador. que mensagem é essa?

Antônio Marcos Rodrigues Gonçalves: Nós estamos cobrando do governador aqueles compromissos que ele assumiu e não vem cumprindo.  Já tem uma longa discussão do Sistema de Atendimento  à Saúde, o SAS. Ele insiste em manter o SAS, e nós  queremos outro modelo. Então nós estamos cobrando tanto um novo modelo, mas se permanecer o SAS, que seja com qualidade, e não só processo de repassar dinheiro público para a iniciativa privada. Entre outros pontos, reenquadramento dos aposentados para o nível II. Nós temos praticamente 10 mil aposentados que ficaram para trás há 17 anos na história. Nós estamos cobrando. Foi um compromisso de campanha que ele (Beto Richa) assumiu conosco, e estamos cobrando isso. Também tem as pendências das promoções e progressões de professores e funcionários que já tem um montante superior a R$ 50 milhões que ele está atrasado e não apresentou proposta de pagamento.

Revelia: Se formos fazer um balanço desse governo, além daquilo que precisa ser ainda atendido, você acredita que avançou em algum aspecto?

Antônio Marcos Rodrigues Gonçalves: Avançou naquilo que é legal, no aspecto legal, porque o governo anunciou que nesses três anos teve um reajuste de 50,16% para os professores. De fato isso se concluiu, mas não é por benesse do governador, é por uma luta. É tudo correção do piso nacional, que aliás já deveria ter sido feito em janeiro, e ele veio concluir esses índices agora em outubro, então com atraso e com pendências. Então, houve avanços? Houve, mas por conta da nossa luta no estado do Paraná e em nível nacional.

Revelia: Em relação ao SAS o que não funciona e o que teria que  melhorar?

Antônio Marcos Rodrigues Gonçalves: O SAS hoje é assim: os hospitais conveniados recebem per capita, por servidor ou por  dependente. Eles recebem esse valor independente do controle da prestação de serviço. Isso faz com que os hospitais conveniados diminuam a oferta de consulta, de cirurgia, prorrogando, cancelando cirurgias que já estavam marcadas. O prazo para você marcar consulta é muito longo. Tem um problema muito sério para as pessoas da região, aqui de Santa Cecília do Pavão, que têm que se deslocar para Londrina, por exemplo, para fazer seu tratamento. Então é todo um processo muito difícil de marcar consulta.

Revelia: Qual então sua sugestão para a melhoria do serviço prestado através do SAS?

Antônio Marcos Rodrigues Gonçalves: Nós queremos um fundo para administrar a saúde, que seja administrado paritariamente pelo governo e pelos servidores, num processo descentralizado, onde médicos aqui de Santa Cecília do Pavão, dos municípios da região, possam se credenciar nesse fundo e as pessoas possam escolher o médico ou o hospital que queiram fazer seu tratamento.

Revelia: Nesse momento quais as principais bandeiras de luta da APP em defesa dos interesses dos trabalhadores da educação?

Antônio Marcos Rodrigues Gonçalves:  O pleito da APP é mais em nível nacional: Que o PNE (Plano Nacional da Educação) seja aprovado com 10% de investimentos do PIB (Produto Interno Bruto) em Educação. Que haja também mais investimento na formação dos educadores. Que a gente possa ter a carreira dos funcionários das escolas vinculada ao piso nacional, pois foi uma grande conquista no país nós termos um piso da categoria do Magistério.

PARA VER TODAS AS FOTOS DESSE EVENTO, CLIQUE AQUI

Copyright © 2010 - 2019 | Revelia Eventos - Cornélio Procópio - PR
Desenvolvimento AbusarWeb.com.br