Política Paranaense

Postado dia 06/01/2015 às 05:55:08

Alunos do Paraná participam da Caravana da Cidadania em Curitiba

Alunos do Paraná participam da Caravana da Cidadania em CuritibaDezesseis anos e um sonho: “Eu quero ser presidente do Brasil”, afirmou com convicção o estudante Igor Gabriel Borges Vieira. O jovem faz parte de um grupo de 34 pessoas, entre alunos e professores de escolas públicas do Paraná, que participou da Caravana da Cidadania, uma visita guiada a Curitiba, para conhecer as sedes do Ministério Público, do Executivo, do Legislativo e do Judiciário Estadual.

Os participantes chegaram de diversas regiões do Estado e realizaram a atividade na última segunda-feira, 17 de novembro. Eles foram autores de trabalhos selecionados pela Secretaria de Estado da Educação (SEED), por meio de um concurso de ideias para mudar o Paraná, inscritas em forma de Projeto de Lei. Dos160 projetos, 17 foram escolhidos, um em cada Núcleo Regional de Educação. Os alunos receberam a viagem como prêmio e vieram acompanhados de um professor.

“A intenção é proporcionar aos alunos o contato com os órgãos responsáveis pela organização político-administrativa do nosso Estado, para que eles se percebam no contexto democrático e se tornem, cada vez mais, cidadãos participativos e protagonistas das mudanças que desejam”, explica a coordenadora de apoio à gestão escolas da SEED, Juara de Almeida Ferreira.

Caravana no MP-PR – No Ministério Público do Paraná, o grupo foi recebido no gabinete da Procuradoria-Geral de Justiça, pelo chefe da Instituição Gilberto Giacoia. “Para nós, é uma honra recebê-los no MP. Sintam-se acolhidos nesta, que é a casa de vocês”, disse o procurador-geral de Justiça.

Na conversa com os jovens, Giacoia destacou que o Geração Atitude foi premiado, recentemente, pelo Conselho Nacional do Ministério Público e que o projeto é feito pelas pessoas que dele participam. “É importante que vocês disseminem a cultura da honestidade, da dignidade humana nas suas escolas, nas suas comunidades. Precisamos transpor a ideia de que o Brasil é o país dos desmandos. Temos de acreditar que estamos mudando a ‘cara’ do nosso país, projetando um mundo melhor e mais justo para todos”, encerrou o PGJ.

Os participantes conheceram, ainda, o edifício-sede do MP-PR e, no auditório, ouviram o
promotor de Justiça Eduardo Cambi, coordenador do projeto Geração Atitude, do qual a Caravana da Cidadania faz parte. "O MP tem compromisso com a defesa do regime democrático e com a proteção dos direitos fundamentais. Não há democracia consistente sem cidadania ativa. Nós, assim como vocês, lutamos por uma educação pública de qualidade, preocupada com a formação do cidadão e com a participação social", disse Cambi, ao desejar as boas-vindas ao grupo.

Os alunos e professores também participaram de um bate-papo com a subprocuradora-geral de Justiça para Assuntos Jurídicos, Samia Saad Galotti Bonavides, que falou sobre o trabalho da Instituição na defesa dos direitos da sociedade. Ela ainda respondeu questões sobre a PEC-37, as formas de atuação do MP e o papel político da Instituição. “Nossa democracia vai completar 30 anos. É um período, culturalmente falando, muito pequeno. Mas estamos evoluindo. Quanto mais as instituições se consolidam, quanto mais as pessoas são incluídas nos processos de decisão, com envolvimento, engajamento e participação, mais a democracia vai se fortalecendo. Nós somos co-autores, os construtores da democracia”, disse.

Executivo - Na sequência, os estudantes e professores seguiram para o Palácio Iguaçu. Lá, eles conheceram o salão nobre, a sala do mapa do Paraná e visitaram o gabinete do governador, onde foram recebidos pelo governador em exercício, Flávio Arns. Também assistiram a uma palestra com a assessora da Diretoria-geral da Casa Civil, Rafaela Lupion, que falou, dentre outros temas, sobre os 125 anos, recém comemorados, da Proclamação da República no Brasil, o sistema presidencialista e a função do Poder Executivo. “O Executivo tem a missão de governar e bem administrar o Estado para alcançar o interesse público dos cidadãos”, afirmou.

Legislativo – À tarde, o primeiro compromisso do grupo foi na Assembleia Legislativa do Paraná. A visita começou pelo gabinete do presidente da Alep, Valdir Rossoni, que garantiu que as sugestões dos projetos de lei, encaminhadas pelos estudantes que participaram do projeto, serão estudadas e recomendadas à próxima direção da Assembleia, uma vez que a atual legislatura está encerrando. “Estou certo de que a nova direção da Casa gostará de tê-los como parceiros”, antecipou Rossoni.

Na sequência, o grupo seguiu para o Plenário, onde acompanhou a sessão. No início dos trabalhos, o coordenador do Geração Atitude, promotor de Justiça Eduardo Cambi, foi convidado a usar a tribuna para explicar o projeto e seus objetivos. Em nome dos visitantes, falou o estudante Vítor Debastiani Valer, aluno do Colégio Estadual de Pato Branco, selecionado em razão de um projeto de lei que torna obrigatória a exibição de vídeos educativos antidrogas nas aberturas de shows, sessões de cinema, eventos culturais, feiras agropecuárias e demais eventos com grande aglomeração de pessoas (informações Alep).

Judiciário – O dia encerrou com a visita à sede do Tribunal de Justiça do Paraná, onde os estudantes foram recebidos pelo 2.º Vice-Presidente, desembargador Fernando Wolff Bodziak, que explicou sobre o funcionamento e quais os assuntos que são tratados no âmbito do Poder Judiciário. O desembargador também falou da sua afinidade especial com a área da Infância e Juventude e aproveitou para dizer de seu entusiasmo com a magistratura. "A vida de juiz não é fácil, mas é estimulante. Se algum de vocês estiver pensando em fazer um curso de direito eu posso dizer o seguinte: tenho 26 anos de magistratura e quanto mais o tempo passa, mais eu fico estimulado, apesar de todas as dificuldades que enfrentamos. As barreiras existem não para nos segurar. As barreiras existem para a gente ultrapassá-las", enfatizou Bodziak. Os alunos conheceram a sala de sessão do Tribunal Pleno e presenciaram a assinatura de um decreto entre o Executivo e o Judiciário, que vai garantir documento de identidade biométrica a todas as crianças acima de seis anos de idade (informações TJ-PR).

Turismo - A Caravana finalizou na terça-feira (18/11), com um passeio aos principais pontos turísticos de Curitiba.

O projeto – O “Geração Atitude” é um projeto ligado ao Movimento Paraná Sem Corrupção, que busca apoiar a formação cidadã de estudantes paranaenses, promovendo a cidadania, a participação social e o protagonismo juvenil. Lançada em setembro deste ano, a iniciativa foi desenvolvida em escolas públicas de ensino médio localizadas em 31 Núcleos Regionais de Educação do Paraná. Nestas escolas, os professores trabalharam, com seus alunos, o conteúdo do Guia do Cidadão, publicação de 54 páginas que concentra, dentre outros temas, assuntos relacionados à democracia, política, cidadania, voto e eleições. Os estudantes receberam, ainda, a visita de procuradores e promotores de Justiça para um bate-papo sobre “cidadania – direitos e deveres dos cidadãos”.

Outra etapa do projeto foi a gravação de um programa televisivo de cunho educativo-cultural, pela TV Sinal (da Assembleia Legislativa do Paraná), com o objetivo de estimular o exercício da cidadania e da representação política entre os alunos participantes do projeto. As edições do programa foram gravadas em 56 escolas de 17 cidades do interior e na capital paranaense, e passaram a ser exibidas no dia 1º de novembro.

O Geração Atitude é realizado pelo Ministério Público do Paraná, por meio do Movimento Paraná Sem Corrupção, em parceria com a Secretaria de Estado da Educação e com a Assembleia Legislativa do Paraná. Os parceiros do Movimento também apóiam a iniciativa.Saiba mais no site do projeto.

Fonte: Ministério Público do Paraná

 


comente esta matéria »

Copyright © 2010 - 2016 | Revelia Eventos - Cornélio Procópio - PR
Desenvolvimento AbusarWeb.com.br