Política Paranaense

Postado dia 06/01/2015 às 05:55:08

Qualidade das estradas do Paraná piorou, indica pesquisa

Motoristas enfrentam buracos e desníveis em rodovias do ParanáA qualidade das estradas piorou  no Paraná segundo estudo da Confederação Nacional dos Transportes (CNT). Houve redução de 86% para 83% do total de pistas simples, mas a situação geral das estradas piorou no estado, seguindo a tendência nacional, que registra 44% da malha rodoviária em situação regular, ruim ou péssima.

As estradas apresentam buracos, trincas, afundamentos, entre outros problemas. Para o Sindicato das Empresas de Transporte de Cargas do Estado do Paraná (Setcepar), faltaram mais investimentos em infraestrutura nos últimos anos. O órgão afirma ainda que as concessões não refletiram nas melhorias esperadas. Como consequência da precariedade das rodovias, aumentam os gastos com a manutenção dos caminhões e o tempo de viagem.

A precariedade das rodovias brasileiras é o principal fator relacionado a 90 mil acidentes e 4 mil mortes em 2013. Segundo a CNT, as condições ruins das rodovias causaram parte dos 186 mil acidentes e das 8.551 mortes registadas em rodovias federais no ano passado.

Pedágio mais caro

A tarifa de pedágio já está mais cara no Estado do Paraná. A Agepar (Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados de Infraestrutura do Paraná) autorizou reajuste de 4,88% pelas concessionárias. A correção, segundo o órgão, está abaixo da inflação.

Por finalizarem as obras em 2014 que não estavam previstas em contrato, as concessionárias Ecocataratas e Ecovia também terão reajustes além do contratual, respectivamente, de 4% e 3,88%. Para calcular o percentual, foram considerados fatores como terraplanagem, pavimentação, obras especiais, custo nacional de construção, projetos especiais e o Índice Geral de Preços de Mercado (IGPM).

do Radal Nacional


comente esta matéria »

Copyright © 2010 - 2016 | Revelia Eventos - Cornélio Procópio - PR
Desenvolvimento AbusarWeb.com.br