Norte do Paraná

Postado dia 06/01/2015 às 05:55:08

Vereadora Angélica se elege presidente da Câmara de Cornélio Procópio

Vereadora se elege presidente da Câmara de Cornélio Procópio
Luiz Carlos, Rafael Haddad, Angélica Olchaneski e Fernando Peppes

O que inicialmente se mostrava pouco provável, acabou se concretizando, e a vereadora Angélica Olchaneski (PSDB) foi eleita presidente da Câmara Municipal de Cornélio Procópio, nessa terça-feira (09).

Da chapa vencedora fazem parte a presidente Angélica Olchaneski, vice-presidente Fernando Vanuchi Peppes (PMDB), 1º secretário Rafael Haddad (PDT) e 2º secretário Luiz Carlos Amâncio (PSDB). Aquela chapa teve ainda o apoio dos vereadores Edson Ducci (PSD) e Élio Janoni (DEM).

O grupo da presidente eleita Angélica obteve então seis votos, contra 4 da chapa encabeçada por Rodrigo Pirulito (PCdoB), que contou ainda com a adesão dos vereadores Bruno Magalhães (PV), Edmar Arruda (PSB) e Vanildo Sotero (PP). A vereadora Márcia de Souza Soares (PSC) votou nulo.

Nesta quarta-feira (10), a vereadora Angélica Olchaneski relatou detalhes da eleição que a conduziu ao cargo de presidente da Câmara para o biênio 2014/2015. A seguir principais textos da entrevista concedida na rádio Terra Nativa AM:

Revelia: Por suas posições firmes, a vereadora Angélica é considerada por alguns como "linha dura". Como conseguiu então construir o consenso em torno de seu nome?

Angélica Olchaneski: Na verdade a gente vem com um trabalho que traz muito ideal, que tem muita personalidade, sempre voltado para a população de Cornélio Procópio, enfim, as ideias, o tempo todo na Câmara de Vereadores, participando no dia a dia. Sou uma pessoa muito fácil de fazer amizade, e fui estreitando os laços de amizade com companheiros vindos de outras legendas partidárias, que hoje me deram o voto e fazem parte comigo na mesa diretiva da Câmara de Vereadores.

Revelia: E como foi possível reunir vereadores de diferentes partidos e grupos políticos:

Angélica Olchaneski:  A nossa relação começou em cima de projetos, de discussão de projetos, de trabalhos realizados em conjunto. Por uma questão ideológica, de mudança, de tentar o novo, de buscar coisas novas, de algumas ideias que a gente tem para por em prática, resolvemos nos unir para fazer realmente a diferença dentro da instituição Câmara Legislativa. Obviamente, respeitando o segmento de cada um, a individualidade partidária, porque somos de diferentes grupos políticos. Acho que a população de Cornélio Procópio, diante desse sistema democrático, só tem a ganhar com esse nosso posicionamento.

Revelia: Por que colocou seu nome na disputa e aspirou ocupar a presidência da Câmara de Vereadores:

Angélica Olchaneski:  A gente precisa ousar sempre. Se a gente já passou pelo crivo da população, pela escolha através do voto direto, você fez parte de todo o procedimento, por que não a presidência da Câmara? Todo vereador tem que se sentir capaz de ser o presidente. Tanto eu quanto os outros 10 vereadores têm a mesma capacidade. Uns não têm a mesma disposição por conta de trabalho. Eu entendo isso até como um objetivo: vereador, depois presidente da Câmara, e ai os sonhos só vão crescendo. Os companheiros que fazem parte do meu grupo político também pensam da mesma forma, então por isso deu essa confusão toda até a gente conseguir realizar, concretizar a minha chapa que teve sucesso. Cada um é de uma maneira, porém, todos militam por uma mesma causa. Mas ontem foi o meu momento, então agradeço muito a Deus, que nada acontece por acaso na vida. A gente tem sempre a mão de Deus ali. Acho que tudo tem a sua razão. Agora é desenvolver um bom trabalho, de uma forma harmônica, democrática, com os colegas sempre, porque a gente não faz nada sozinho. Precisa dividir os problemas e procurar as soluções dentro da Câmara de forma democrática, chegando a um denominador comum.

Revelia: Quanto a projetos e ações, que ritmo pretende a nova mesa diretiva dar à Câmara de Vereadores a partir do ano que vem?

Vereadora se elege presidente da Câmara de Cornélio ProcópioAngélica Olchaneski: Não digo reestruturar, mas fortalecer muito mais a instituição Câmara de Vereadores, que vem passando ao longo dos anos - não é recente -, vem passando por desgaste. Ser político hoje em dia no Brasil, a gente acaba trazendo uma carga muito negativa, ruim. E a gente a cada momento tem que ficar se autoafirmando, de que tem políticos bons, sérios, que querem realmente a mudança,o melhor da população. Então a gente vem dessa visão no sentido de fortalecer ainda mais as ideias. A Câmara atual é muito pujante, que propõe várias discussões, é muito engajada, não foge dos problemas da sociedade. Agora obviamente na minha gestão que tem início ano que vem, vamos tomar isso como bandeira mesmo: fortalecer ainda mais a Câmara de Vereadores, buscando através de soluções, sendo instrumento na mão da população. Na verdade, o vereador é simplesmente o intermediador entre o povo e o Poder Executivo (prefeito). E fortalecer ainda mais essa relação com a população.

Revelia: Como deve ser a interlocução entre a Câmara de Vereadores, com a população e com os vários segmentos da sociedade:

Angélica Olchaneski: Dentro do mais harmônico possível, dentro do respeito que as instituições têm que ter uma com a outra, e continuar com o trabalho sério, apontando onde estão os erros, ajudando o prefeito a administrar a cidade de Cornélio Procópio. Essa é a função de nós vereadores. A todo o momento servir como um instrumento para que ele (prefeito) possa corrigir os erros. Ser parceiros em questões que envolvam as pessoas, enfim a população de Cornélio Procópio. Realmente a gente vem de uma linha de parceria. Se tiver errado, obviamente apurar, que é umas das principais prerrogativas do vereador. Essa vai ser uma das atribuições que vamos retomar com um pouco mais de afinco.


comente esta matéria »

Copyright © 2010 - 2016 | Revelia Eventos - Cornélio Procópio - PR
Desenvolvimento AbusarWeb.com.br