Norte do Paraná

Postado dia 27/11/2020 às 20:58:34

Turma do mal de Assaí perde mais uma, no TRE-PR

Correligionários de Luiz Alberto Vicente, o Mestiço, além do "rei" da fake news Francisco das Chagas Balbino e seu assistente Júnior Veríssimo, do Assaionline, viviam dizendo que a Justiça Eleitoral havia impugnado o registro de candidatura de Tuti Bomtempo, que concorria a prefeito de Assaí.

Diferentemente do alegado pela turma da maldade, o juiz Fernando Porcino Gonçalves Pereira, da 35° Zona Eleitoral de Assai, julgou improcedente a ação de impugnação proposta pela coligação do candidato a prefeito derrotado Luiz Mestiço. 

Em entrevista a Júnior Veríssimo, o mensageiro do mau agouro Jorge Pires, que ficou em terceiro lugar na disputa a prefeito, com apenas 42 votos, apostava que Tuti Bomtempo não seria nem diplomado. 

Diante da terceira derrota na tentativa de comandar o município de Assaí - em 2004, 2016 e 2020 -, Luiz Mestiço poderia até pedir música no "Fantástico", da Globo.

No entanto, a derrota desse ano foi dura demais. Como forma de auto consolação, correligionários de Luiz Mestiço esperavam até nova eleição, mas a Justiça diz que não é bem assim. 

Último capítulo da história é que o Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR) manteve decisão da 35° Zona Eleitoral de Assaí que havia julgada improcedente a ação de impugnação e, por conseguinte, deferido o registro de candidato do empresário Michel Angelo Bomtempo. 

Assim Luiz Mestiço poderia novamente pedir música no "Fantástico" : derrotado a prefeito em 15 de novembro, e perdeu na Justiça Eleitoral em Assai e em Curitiba.

Pergunta que se fa agora é se Mestiço continuará atrapalhando as administrações municipais de Assai como sempre fizera. Nas urnas, a população tem reafirmado que não compactua com tal política do ódio. 

PARA SABER MAIS:

Julgada improcedente ação de impugnação contra candidato Tuti Bomtempo 


comente esta matéria »

Copyright © 2010 - 2021 | Revelia Eventos - Cornélio Procópio - PR
Desenvolvimento AbusarWeb.com.br