Policia

Postado dia 06/01/2015 às 05:55:08

Vítima persegue assaltante e mata o bandido atropelado

Vítima persegue assaltante e mata o bandido atropelado
Depois de ter seu comércio assaltado, a vítima seguiu um dos ladrões e o matou atropelado.

O ato impensado do eletricista Sidnei André Alves, 60 anos, para tentar defender seu patrimônio, o levou à cadeia, no fim da tarde de sexta-feira (5), no Cajuru. Depois de ter seu comércio assaltado, ele seguiu um dos ladrões e o matou atropelado. Sidnei foi preso em flagrante por homicídio doloso e pode pegar de seis a 20 anos de cadeia.

O delegado Adriano Ribeiro, titular do 6.º Distrito Policial, para onde Sidnei foi levado, contou que o roubo ocorreu por volta das 17h15 na Rua Nivaldo Braga, onde fica a loja de Sidnei. Dois homens entraram, um deles armado, e trancaram o eletricista e uma funcionária no banheiro. Um terceiro marginal ficou na porta, vigiando a movimentação. Depois de pegarem dinheiro que Sidnei juntava para pagar o aluguel da loja e mais alguns pertences pessoais das vítimas, os ladrões foram embora correndo.

Quando notou que os bandidos tinham ido embora, Sidnei conseguiu sair do banheiro e pegou seu carro. Na versão que ele deu ao delegado, pegou o seu Tempra para ir até o 6.º DP, a menos de duas quadras do local, para dar queixa do crime. Por acaso, encontrou os ladrões correndo na esquina das ruas Reinaldo Thá e Vidal Natividade da Silva.

Gerson Klaina
Sidnei foi preso em flagrante por homicídio doloso e pode pegar 20 anos de cadeia.

Impulso

Num ímpeto, jogou seu carro contra um deles e o matou. O Tempra do eletricista foi parar quase dentro do pátio do barracão do Tribunal Regional do Trabalho (TRT). Uma parte do muro de palitos do órgão público ficou destruído. Sidnei foi preso em flagrante. Os outros dos marginais fugiram. O ladrão que morreu não foi identificado.

do Paraná Online


comente esta matéria »

Copyright © 2010 - 2016 | Revelia Eventos - Cornélio Procópio - PR
Desenvolvimento AbusarWeb.com.br