Sertaneja

Postado dia 13/03/2013

Procon fecha por causa de falta de estrutura na cidade

da Folha de Londrina

O município de Sertaneja (5.817 habitantes) chegou a ter uma unidade do Procon, mas as atividades foram encerradas há cerca de dez anos. O ex-coordenador, Edilson Evangelista de Almeida, lembra que o principal motivo para o fim do órgão foi a falta de estrutura. "Muitas vezes, principalmente em casos que envolviam empresas de fora, nos faltava advogados e até mesmo um veículo para irmos ao Fórum de Cornélio (Procópio), que atende nossa cidade", recorda.

Segundo Almeida, a quantidade de causas que chegavam ao Procon era relativamente pequena, mesmo assim nenhuma delas ficava sem solução. Ele afirma ainda que para manter uma unidade funcionando não é preciso muito. "Era um trabalho importante e com a conversa entre as partes resolvíamos os problemas que em geral eram referentes ao comércio local. Para se ter um Procon não é preciso muita estrutura, mas ela precisa existir e nos faltou apoio", lamenta.

A reportagem procurou a prefeita Magda Bruniere Rett (PMDB) para comentar se há o interesse da retomada das atividades, mas foi informada que ela está em Brasília.

Copyright © 2010 - 2019 | Revelia Eventos - Cornélio Procópio - PR
Desenvolvimento AbusarWeb.com.br