Política Paranaense

Postado dia 06/01/2015 às 05:55:08

Comissão aprova a Região Metropolitana de Apucarana

Comissão aprova a Região Metropolitana de Apucarana

A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Assembleia Legislativa do Paraná (Alep) aprovou, por unanimidade, o projeto de lei nº 440/2012, de autoria do deputado Nelson Justus (DEM), que cria a Região Metropolitana de Apucarana (RMA). O projeto foi apresentado pelo parlamentar ainda no dia 27 de agosto de 2012 e somente agora foi colocado em votação na comissão por interferência de Justus, que inclusive é o presidente da CCJ.


Pelo projeto, farão parte da RMA os municípios de Apucarana, Arapuã, Ariranha do Ivaí, Borrazópolis, Califórnia, Cruzmaltina, Faxinal, Godoy Moreira, Grandes Rios, Ivaiporã, Jardim Alegre, Kaloré, Lidianópolis, Lunardelli, Marilândia do Sul, Marumbi, Mauá da Serra, Novo Itacolomi, Rio Bom, Rio Branco do Ivaí, Rosário do Ivaí, São João do Ivaí e São Pedro do Ivaí.  

Das cidades que integram a Associação dos Municípios do Vale do Ivaí (Amuvi), só não fazem parte do projeto Bom Sucesso, Cambira e Jandaia do Sul. Isto porque esses municípios já estão integrados, inicialmente, à Região Metropolitana de Maringá. No entanto, podem optar pela nova região metropolitana se assim quiserem.  

Nelson Justus justifica a necessidade de implantação da RMA como forma de promover o planejamento integrado do desenvolvimento econômico e social da região, notadamente nas áreas de habitação, saneamento básico, uso do solo metropolitano, transportes, sistema viário, aproveitamento dos recursos hídricos e controle da poluição ambiental, entre outros pontos.

“Este é um pleito antigo de iniciativa não somente minha, mas da Câmara de Vereadores, da Prefeitura, das lideranças políticas e dos empresários”, disse ontem Nelson Justus, destacando em especial o empenho da Tribuna, através do seu diretor superintendente Baltazar Eustáquio de Oliveira, o Taquinho.  

Justus assinala que a RMA vai trazer grandes benefícios para a região. Mas assinalou que é importante que os municípios se organizem, elaborem projetos e saibam usufruir desses benefícios proporcionados pela RMA. “Eu fico muito feliz em ter este projeto aprovado na CCJ”, assinalou.

COMISSÕES - O projeto terá que passar ainda pelas comissões de Assuntos Metropolitanos e de Fiscalização e Assuntos Municipais para que seja votado em plenário até o próximo dia 17, última sessão ordinária da Assembleia. Esse trâmite, no entanto, é rápido. O passo mais importante antes da votação era a aprovação na CCJ, que ocorreu ontem. “Eu espero e acredito que o projeto será aprovado em plenário ainda neste ano”, disse Justus. Se isso não acontecer, logo no início de 2015 apresentamos de novo”, garantiu.

da Tribuna do Norte


comente esta matéria »

Copyright © 2010 - 2016 | Revelia Eventos - Cornélio Procópio - PR
Desenvolvimento AbusarWeb.com.br